Algumas dúvidas frequentes

Caso não encontre a resposta para sua dúvida consulte uma de nossas atendentes.

Sinistro é a ocorrência de um dos eventos previstos na apólice, de natureza súbita, involuntária e imprevista, durante o período de vigência do plano de seguro.
Em caso de sinistro, entre em contato direto com a sua Seguradora pelo telefone que se encontra no cartão do segurado ou clique aqui

Whatsapp 11 9 9937 7432

Para acionar o seguro, você deve abrir um aviso de sinistro, seguindo os passos abaixo:

  1. Ligue na seguradora e formalize o aviso.
  2. Informe para o terceiro o número do protocolo do aviso de sinistro.
  3. O terceiro deve ligar para sua Seguradora e informar o número do protocolo. A Seguradora vai informar as opções de oficinas próximas do terceiro.
  4. O veículo do segurado também deve passar por uma vistoria para que a Seguradora faça a constatação dos danos. A vistoria pode ser realizada na oficina indicada pela Seguradora.
Caso tenha sido contratada a garantia de vidros, você deve entrar em contato com a seguradora que direcionará o atendimento a um de seus prestadores, que providenciará o reparo ou a troca dos vidros. A seguradora não fará reembolso caso você faça o reparo ou a troca dos vidros por conta própria. A utilização da garantia Vidros não acarreta perda de bônus na renovação
Não, desde que o condutor no ato do acidente utilize o veículo até no máximo 1 dia na semana ou se for um condutor principal do veículo ou condutores na faixa de 17 a 25 anos, desde que o segurado tenha informado a existência dos mesmos no momento da contratação do seguro.
A apresentação do Boletim de Ocorrência é obrigatória para os sinistros de colisão com vítimas e/ou terceiros e nos casos de roubo/furto do veículo.
Para agilizar o andamento do processo, o sinistro deve ser comunicado à Seguradora o mais rápido possível.
Sim, de posse de todos os dados do veículo e do segurado, pode-se acionar a Assistência 24h. A Seguradora analisa os sinistros ocorridos com o condutor principal e com condutores esporádicos, desde que o segurado tenha informado a existência de outros condutores no momento da contratação do seguro. Vale lembrar que caso algum condutor tenha menos de 25(vinte e cinco) anos, a Seguradora deve ter conhecimento. Em caso de dúvidas, entre em contato com a Assistência 24 horas da sua Seguradora.
O sinistro é considerado Perda Total quando os prejuízos da reparação do veículo ultrapassam 75% do valor médio de mercado (tabela FIPE).
A indenização integral por acidente será caracterizada quando os danos ao veículo segurado resultarem em um valor igual ou superior a 75% do valor do veículo na tabela de referência, aplicado o fator de ajuste contratado na apólice. Já a indenização integral por roubo ou furto caracteriza-se quando o veículo, roubado ou furtado, não tenha sido localizado oficialmente até a data do pagamento da indenização.
Trata-se de uma tabela de referência de valor de mercado de veículos. A FIPE avalia os veículos de iguais características e divulga o valor de mercado. Você pode encontrar essa tabela e consultar o valor do seu veículo no site www.fipe.com.br.
O pagamento da indenização é efetuado em até 30(trinta) dias contados a partir da data da entrega de todos os documentos necessários solicitados pela Seguradora.
Sim. A apólice é cancelada após a liquidação do processo de sinistro por indenização integral (perda total). Por isto, se o seguro tiver o pagamento parcelado, a Seguradora desconta todas as parcelas restantes do pagamento da indenização. Ao adquirir um novo veículo é necessário contratar um novo seguro.
Há cobertura de Responsabilidade Civil para danos materiais, corporais e morais. A Seguradora avaliará a responsabilidade do segurado e caso ele assuma e se confirme pela seguradora a culpa do segurado no evento, o valor da indenização estará limitado ao valor contratado para terceiros conforme especificado na Apólice.
Não, a cobertura de terceiros tem por objetivo proporcionar ao segurado o reembolso da quantia referente aos danos do veículo a que for obrigado a pagar, quando acionado juridicamente, em decorrência de prejuízos que ele venha a causar a terceiros envolvidos em acidente de trânsito com o veículo segurado. A cobertura que garante indenização de eventuais danos corporais aos passageiros é Acidentes Pessoais a Passageiros.
Você terá direito ao carro reserva se tiver contratado em sua apólice a garantia adicional Carro Reserva e após a elaboração e a regulação do orçamento de reparação ficar acima do valor da franquia. Para a retirada do veículo, deverão ser respeitadas as exigências da locadora: idade mínima de 21 anos, mínimo de 2 anos de carteira de habilitação, identidade e cartão de crédito com limite disponível conforme as condições impostas pela locadora.
Não. Perde-se o direito à indenização se for comprovado que o condutor do veículo segurado estava dirigindo sob o efeito do álcool, de drogas ou mesmo se não estava regularmente habilitado.
Não. Perde-se o direito à indenização se for comprovado que o acidente ocorreu quando o veículo estava participando de qualquer competição.
A indenização sempre é paga ao proprietário do veículo. No caso de veículos financiados ou alienados, a indenização é paga ao credor da garantia, até o limite da indenização estipulada na apólice, cabendo ao segurado receber da seguradora a parcela da indenização que exceder o valor do débito que apresentar com aquele credor.
Todas as avarias de um sinistro que representarem até 75% do valor do veículo são consideradas como perda parcial, nesse caso a seguradora repara o veículo e o segurado fica responsável por pagar o valor da franquia estipulado na apólice. Em casos com avarias maiores a 75% do veículo já é considerada uma perda total e o segurado recebe o Limite Máximo de Indenização, que corresponde ao valor segurado do veículo na data sem a aplicação da franquia.
Sim. Desde que não seja frequente e que tenha sido um caso excepcional que o veículo estava em local diferente ao informado na contratação da apólice. Apenas nos casos em que é provado que o veículo pernoitava naquele local (na rua) com regularidade é que o segurado não tem direito à indenização.